Por que filmar o casamento?

 

Quando a gente começa os preparativos do casamento se depara com tantos itens a contratar, e, tanta  coisa a pagar que começamos a pensar em quais deles são realmente importantes e fundamentais. É claro que o que é ou não fundamental vai variar de acordo com o perfil do casal. Certamente alguns casais vão achar essencial uma decoração lotada de orquídeas e flores sofisticadas, enquanto outros vão preferir oferecer muitas opções gastronômicas. Enfim, quais itens importam mais é realmente uma decisão pessoal.

Hoje quero falar de um item que eu considero fundamental e que eu aconselho noivos a não deixarem de tê-lo. É possível que talvez você não queira/possa investir um valor muito alto neste item, neste caso eu aconselho que você pesquise várias empresas, tente descontos, mas de forma alguma deixe de ter: a filmagem do casamento.

Quando eu fiz festa de 15 anos (em 2005, um bom tempo já rs) meus pais contrataram e a gente tem até hoje o DVD (já não era VHS, não sou tão velha assim vai!). Quando fomos acertar os detalhes com a empresa que iria filmar eu fiz questão de dizer que não queria a filmagem na pista de dança, eu achava que o cinegrafista com aquele trambolho de câmera (as antigas eram enormes e pesadas) e com aquela luz na cara das pessoas deixaria todos muito desconcertado e a festa não seria tão espontânea.

Minha filmagem mostra na maior parte eu fazendo umas poses bregas, os convidados chegando à festa, na mesa comendo e bebendo e o momento do parabéns. Assisti ao vídeo poucos meses atrás e a filmagem está bem fresca na cabeça, por isso estou dizendo. Hoje eu acho brega? Sim! Me arrependo de ter feito? JAMAIS! Era dessa forma que os vídeos eram feitos em 2005, então minha filmagem está totalmente de acordo com a época. Não tinha como eu querer uma filmagem atual, né?

O dvd é registro em movimento da festa, nele estão pessoas que não tenho contato faz um tempo, minha avó que já não está mais entre nós, e, preciso confessar que foi uma delícia rever.

Agora voltando ao papo de casamento…

Estamos em 2018, hoje as câmeras são leves e pequenas, não precisam de tanta luz (aquela luz enorme virada para as pessoas não é mais necessária) e o cinegrafista passa quase que imperceptível na festa. As pessoas não se constrangem mais em serem filmadas.

Esquece esse negócio de filmar os convidados comendo, isso era tão deselegante, né gente? Fala a verdade ninguém quer aparecer numa filmagem mastigando. Ainda bem que isso saiu de cena, literalmente!

Quando a festa acaba o que sobra dela são os registros: foto e filmagem. Sobre fotos quero falar num outro post. É no vídeo que você vai ter uma ideia geral de como foi sua festa – vai por mim, durante a festa você vai estar tão ocupada que muita coisa vai passar despercebida.

Agora na igreja (ou onde for sua cerimônia), já parou pra pensar que você vai estar um pouco distante do seu noivo e não vai ver direito a reação dele quando vir você de noiva? Ainda mais, você é a única que não vai se ver entrando na igreja (só se tivesse um espelho no altar, né? rs) e a filmagem torna tudo isso possível.

Vejo com certa frequência casos de casais que no início optaram por não ter a filmagem, mas com o casamento chegando eles percebem que é necessário e vão atrás de uma empresa. Pode ter certeza que quando tudo passar você vai querer ver como foi, assistir 1, 2, 3, 9, 20 vezes.

No dia do casamento as coisas passam muito rápido e, por mais que você queira prestar atenção em tudo, é muita emoção, muita gente, muitos sentimentos, muitos flashs, muita coisa de uma vez… Vou ser sincera: se for possível, façam! Depois que passa, a gente fica louca pra ver cada coisinha que “passou batido”.  A emoção de cada um na cerimônia, os votos, os detalhes da decoração, os abraços, a roupa das pessoas (quem nunca?), a animação da pista de dança… Ver tudo de novo faz o coração bater mais forte todas as vezes e essa sensação vale cada centavo.

Sobre o meu casamento…

Pra eu e Fabrício nunca existiu a dúvida de ter ou não a filmagem, sempre tivemos certeza que queríamos, está na lista dos itens que fazemos questão. Desde o início do namoro a gente assistia vídeos de casamentos e ficava babando.

Minha cidade hoje tem empresas incríveis de filmagem, fazem realmente com qualidade cinematográfica. Fica muito a critério de identificação dos noivos com o estilo de produção de cada empresa.

Eu e Brício conhecemos a Open Filmes e já de início nos encantamos e super identificamos. Foi o segundo contrato que fechei (o primeiro foi o de fotografia). Combinamos de fazer o vídeo no noivado, que vocês podem ver aqui, o “love story” contando a história do casal, o “special day” que pretendemos fazer da última prova do vestido e o dia do casamento com direito a making off e tudo.

Para quem quiser vou deixar o contato do Eduardo da Open:

  • Open Filmes
  • Instagram: @open_filmes
  • Tel.: (33) 9 8894-4184

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *