Mesa posta – Dicas

Desde que eu casei tenho amado esse universo da mesa posta, fico babando em montar um mesa linda, com as louças, taças, talheres… tudo certo! E olha que minha mesa foi chegar mesmo eu já tinha quase 6 meses de casada rs, improvisamos um tempinho na bancada da cozinha e estava tudo certo.

Passei a seguir no instagram perfis relacionados ao tema, pessoas que também gostam e que fazem mesas lindas, passei a pesquisar mesas no google e no pinterest (santo pinterest pra fazer a gente querer gastar um rio de dinheiro em pratos e souplats rs) e participei de alguns cursos que me fizeram apaixonar ainda mais.

Hoje eu tenho muita coisa, considero muita pra quem ainda não tem nem 1 ano de casada e teve arrumar um espaço no guarda-roupas pra guardar guardanapos, porta guardanapo, sousplat… E sabem o que eu acho melhor de tudo isso? Eu uso TUDO! Não deixo nada pra usar depois, pra usar com só com visita. As pessoas mais importantes da minha casa somos eu e meu marido e não vejo sentido em economizarmos com a gente, não vejo mesmo. Então tenho tentado montar uma mesinha (é claro que no dia a dia é simples) em todas as nossas refeições juntos, uso minhas melhores peças e ele até me cobra quando esqueço alguma coisa, é mole?

Pensando nisso tive a ideia de fazer este post como um guia simples pra quem quer começar a montar suas mesas, para começar fazendo direitinho. Não quero colocar aqui um manual de regras, mas quero ajudar vocês a entenderem a composição formal e completa para à partir daí saber montar direitinho uma versão mais simples.

Ps.: o que eu sei desse assunto devo às meninas que me ensinaram muito:

Então vamos lá! Uma mesa completa e formal é composta da seguinte maneira:

Agora na prática, com peças reais:

Muita coisa, né? Nem sei se tenho tudo isso e se meus convidados vão saber usar esse tanto de coisa. Vou falar então sobre uma dica que aprendi com a Chris Bersot:

A gente só deve colocar à mesa aquilo que será usado!

Se eu não vou servir pão, pra quê colocar o prato para pão? Se não vai ter sopa pra quê a colher de sopa? E se eu não vou servir espumante pra quê uma taça de espumante? Não! Se não será servido a comida/bebida referente, então o item não deve ir á mesa. Além de evitar uma mesa lotada de coisas que não terão utilidade isso ainda serve para indicar aos convidados o que será servido, se tem taça de espumante sabemos que haverá espumante.

Vamos então começar a montagem da mesa. As primeiras coisas a pensar são: quantas pessoas estarão presentes e o que vou servir. Vou imaginar que já sabemos isso e partir para a execução da mesa!

A primeira coisa a se pensar é na proteção da mesa, afinal queremos que ela dure por muuuuuitos anos. Uma dica importante, essa aprendi com a Fê Cordeiro, que me ajudou a começar a planejar as mesas é a seguinte:

Jogo americano e toalha não se usam juntos, afinal ambos têm a mesma função: proteger a mesa. Então juntos fica redundante e exagerado!

Ah, esqueci de explicar antes! O jogo americano é um conjunto de pequenas toalhas de mesa, usualmente fabricadas de tecido, plástico ou palha trançada, sobre as quais se colocam prato, talhares, copo etc. Além de ornamentar o ambiente da refeição, o conjunto ajuda proteger a mesa. Na foto abaixo é o tecido em azul e branco que fica sobre a mesa e embaixo de todas as peças.

Em jantares e almoços extremamente formais é ideal que se use toalha, mas fora isso o jogo americano é muito bem vindo e ajuda muito na montagem da mesa. Se a mesa é muito bonita faz até dó tampar com a toalha, né? Bora abusar dos jogos americanos!

Partimos então para o sousplat. O sousplat é  um item que deve ser usado abaixo do prato. Ele é importantíssimo, principalmente em eventos formais como casamentos, jantares e buffets. O sousplat é tradicionalmente um prato de louça, maior do que os outros pratos, que serve como base e apoio na mesa. No entanto, muitas pessoas preferem inovar e a peça pode ser confeccionada nos mais diversos materiais ou modelos. Existem modelos de plástico, tecido, papel, couro e de crochê.

Jogo americano e sousplat à mesa, vamos aos pratos. Uma parte que eu acredito ser a mais cara da mesa, principalmente se formos inventar de apostar em estampas e tudo mais. Descobri que no universo da mesa posta existe lançamento de colação nova igual no mundo da moda, as marcas lançam estampas novas designs diferentes e tudo mais, as peças de coleções passadas são vendidas com desconto… igual roupa mesmo.

Acontece que roupa desgasta com a lavagem, fica velha e a gente acaba descartando. Agora, com louça não. A não ser que quebre, lasque, arranhe… louça não fica desgastada, não fica velha – pode até ficar antiga, né? E como é um item caro, e baseado no que eu aprendi, eu sugiro que você invista em peças neutras  básicas. Um bom jogo branco vai encaixar em praticamente qualquer mesa que você quiser montar e ainda vai te permitir variações com as louças diferenciadas que você vier a comprar depois.

Vamos agora aos talheres, essa parte que eu juro que não imaginava que fosse TÃO CARA. Ganhei um faqueiro muito bom e completo de presente de casamento (que juro, não vou esquecer quem deu – foi um presentaço!) básico e neutro, aquele comum que combina com tudo. E comprei outros 3 (com menos peças) na minha viagem aos EUA, lá é muito barato e a vale a pena comprar. O meu rosé gold, por exemplo, eu comprei no WallMart as peças individuais, num WallMart achei só os garfos e andei mais de 40min de carro atrás de outro WallMart pra completar o jogo, bem a louca, né? rs.

Se você tiver um básico bom, já está ótimo pra começar! Ah, mas ai vai um detalhe…

Esses são os talheres disponíveis no mercado. A faca e o garfo de peixe são os mais incomuns, na verdade acho que nem costumam vim nos faqueiros mais básicos – eu não tenho. Não precisa ter esse mundo de talher, os mais usuais são: Garfo, faca, colher de mesa; Garfo, faca colher de sobremesa e Colher de chá.

Quanto aos lados: Colher e faca sempre à direita e garfo sempre à esquerda. E o fio de corte da faca sempre virado para dentro, em direção ao prato.

 

Quero agora falar de um item que eu amo: TAÇAS. Em maiúsculo porque amo muito! Pra minha sorte ganhei muitos jogos de presente de casamento, muitos mesmo. Ainda pretendo montar uma cristaleira para colocá-las, mas por enquanto não cabe no meu apartamento, quem sabe um dia… Vamos, lá! As taças mais usadas são:

Isso é a ideia de tamanho e formato de cada uma, porque existe uma variedade de modelos no mercado e acho que vale a pena investir – talvez seja só meu siricutico por taças falando mais alto hahaha. Uma coisa muito legal que aprendi recentemente:

A taça de água deve sempre estar à mesa. Independente da bebida que servirmos devemos servir também água.

E geeeeeente, isso eu achei muito mara! Passei a colocar a taça e uma garrafa de água à mesa e sabem o que acontece? Bebemos mais água sem perceber e temos menos ressaca no dia seguinte. Aderi essa ideia pra vida! Água sempre hahaha.

Vou entrar agora na parte mais barata da mesa e que eu acho que é onde podemos inventar moda e investir em muitas variações: guardanapos e porta-guardanapos. Tenho vários, um mais lindo que o outro e amo, amo, amo! Um porta guardanapo diferentão vai mudar a cara da mesma mesmo que esteja tudo no básico. É claro que vale ter os mais simples, mas também alguns mais estilosos:

E aí vocês me perguntam: Ju, mas guardanapo de tecido ou de papel? Então… o de tecido é muito mais sofisticado, mas você pode usar o de papel também, sugiro aqueles mais bonitos sabe? Aquele basicão é muito simples…

Uma dica importante é sempre comprar quantidade à mais que o tamanho da sua mesa, se ela é para 6 pessoas compre jogos de 8. Dessa forma, se algo quebrar ou estragar você tem como repor, já que como eu disse, muita coisa sai de linha.

Pra quem vai casar e quer montar um enxoval ou quem quer entrar nesse universo da mesa posta vou deixar uma lista (peguei no blog Futilish a listagem do Lelo) de itens básicos pra iniciar (no caso de uma mesa de 6 lugares):

  • 01 Toalha de mesa;
  • 06 jogos americanos;
  • 08 pratos Rasos;
  • 08 pratos Fundos;
  • 08 pratos de sobremesa,
  • 08 bowls de sopa/sobremesa;
  • 08 xícaras de chá com píres;
  • 08 xícaras de café com píres;
  • 06 Garfos de mesa;
  • 06 facas de mesa;
  • 06 colheres de mesa;
  • 06 garfos de sobremesa;
  • 06 facas de sobremesa;
  • 06 colheres de sobremesa;
  • 06 colheres de chá;
  • 06 copos de água/suco
  • 06 taças do que você costuma servir… No meu caso seriam 06 de vinho branco, 06 de vinho tinto e 06 de espumante.

Espero que tenham gostado do post, se tiverem dúvidas comentem que vou procurar as repostas pra ajudar vocês e a mim também!

Comentários

comentários

02 comments on “Mesa posta – Dicas

  • Bruna Rosado , Direct link to comment

    Amei!! Material bem completo, explicadinho, impossível alguém errar com tantas dicas!! Parabéns linda!!

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *