Mesa Posta | Bordado Richelieu

Estou apaixonando cada vez mais pelo mundo da mesa posta. Em meio a essa pandemia em que estamos ficando praticamente o tempo inteiro dentro de casa pra mim está send uma forma de tornar os momentos mais prazerosos e fugir da rotina. Eu e Fabrício amamos sair, barzinhos, restaurantes… e nesse momento nem se quiséssemos teríamos para onde ir, então já que ficamos em casa faço questão de cuidar com o maior carinho para que esteja tudo o mais bonito e aconchegante possível.

Descobri esses dias o bordado richelieu e fiquei maluca atrás de um jogo americano assim, acontece que na internet achei os valores caríssimos, mas quando fui a Valadares encontrei numa banca com preços super acessíveis. Comprei alguns jogos e depois a dona até me mandou esse amarelo de presente. Deixa eu explicar melhor, com a ajuda do google é claro, o que é este Bordado Richelieu.

A técnica de bordado Richelieu nasceu na Itália na época do Renascimento, nos séculos 14, 15 e 16. De lá, este trabalho migrou para países de todo o mundo, principalmente pelas mãos das freiras católicas (lembra que a sede da religião católica é na Itália?).

O nome que recebe no Brasil e na França é em homenagem ao Cardeal Richelieu (católico), que fazia parte da corte do Rei Luis XIII da França. Richelieu gostava tanto deste bordado que chegou a criar oficinas para o preparo desse tipo de trabalho manual destinado à monarquia. Era uma renda.

Trata-se de uma técnica de bordado aberto na qual desenhos de figuras, como flores e folhas, são contornados por meio de um ponto de casear. Para ligar as figuras e desenhos são utilizados palitos, elaborados em ponto de casear com picos.

Eu acho lindo e já estou montado algumas mesas com meus jogos! Tem também toalhas de mesa, trilhos e até roupas. O bordado é lindo e nos dá muitas opções.

Comentários

comentários

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *